Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Pelos caminhos da anarquia

Quinta-feira, 11.08.11

É inevitável que por estes dias se fale em Reino Unido, Londres e zaragata. As opiniões do povo tuga têm sido muitas e diferentes, com uma ala chocada e apreensiva e outra que já defende a imitação do triste modelito no território português. E esta divisão de opiniões é, quanto a mim, o verdadeiro cerne da questão, isto é, divide-se uma Pátria e os tumultos começam a rasar aquilo a que se chama uma guerra civil. No Reino Unido podemos observar que os motins de jovens têm já como oposição milícias londrinas, e não só, que surgiram para defender os seus bens, as suas famílias e a sua terra. É forçoso que tal aconteça pois se por um lado uns legitimam a sua violência usando de argumentos que englobam a sensação de xenofobia, racismo e desigualdade, por outro lado existem aqueles que encontram na violência dos primeiros a razão para a sua. As sociedades actuais são verdadeiramente complexas e, como prova o caso inglês, qualquer acontecimento pode servir de motivo para acender o rastilho e gerar uma onda de violência sem precedentes. As pessoas, vítimas de uma vida extremamente stressante aos mais variados níveis, são recipientes em que a água se encontra em ebulição e acaba por transbordar. Depois disso ninguém, nem nada, pode suster o ímpeto daqueles que explodiram e que já só têm por horizonte a agressividade desnorteada e gratuita. Estes jovens londrinos estão precisamente neste registo: agem de forma hostil mas não têm quaisquer objectivos concretos, destroem por destruir, saqueiam por saquear e lá vão pelos caminhos da anarquia chalada. Não percebem que estão a contribuir ainda mais para agravar os problemas futuros e que esses problemas, sendo eles também ingleses, são problemas deles. Eu, embora criticando vezes sem fim a partidocracia em que vivemos, nunca augurei nada de bom para aqueles que se querem governar a si mesmos. É necessário algum tipo de ordem pois os caminhos da anarquia são demasiado hediondos e irreversíveis. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Lígia Laginha às 06:34





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Agosto 2011

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031




comentários recentes

  • Jaly

    Parabéns!Por um lado fico contente por ter alguém ...

  • Lígia Laginha

    "nunca no Continente tivemos, por muito maus que s...

  • Pedro Neves

    Pode haver aqui falsos moralismos, mas nunca no Co...

  • energia-a-mais

    Bem, concordo que este «Magalhães» não teve grande...

  • LauraBM

    Confesso que me diverti a ler este artigo.Ia inici...

  • Francys Rafael...

    Amor...e uma coisa inesplicavel.Acontece quando a ...

  • Janayna

    Amor e uma coisa maravilhosa.E gostar... e querer....

  • viagra without prescription

    Este é um dos blogs mais incrível Ive lido em um t...

  • kamagra

    Seu blog tem algumas das informações mais fascinan...

  • kamagra

    Seu blog tem algumas das informações mais fascinan...